Publicado por: alexandra | dezembro 21, 2008

Imagem do Dia

Se é linda assim ferida, imagina ela inteira… rsrsrs!

amazona

Estátua de uma amazona ferida, século I-II E.C.
Cópia romana de estátua de bronze grega, de cerca de 450–425 A.E.C.
Mármore (Pentélico);  203.84 cm
Doada por John D. Rockefeller Jr. em 1932
Foto no ‘Metropolitan Museum of Art’, Julho de 2007

“As Amazonas eram uma raça mítica de mulheres guerreiras renomadas por suas habilidades em arco-e-flecha e equitação. Esta estátua de mármore que descreve uma Amazona ferida é uma cópia romana de um original de bronze grego datada ao redor de 450-425 A.E.C.. O bronze original podia ter estado no santuário de Ártemis de Éfeso, na costa da Ásia menor, onde as Amazonas tiveram conexões lendárias e de culto com a deusa.

Aqui, da mulher guerreira mítica foi tirado suas armas e seu cavalo, e ela foi ferida debaixo do peito direito. Ela usa um ‘chiton’ curto, sem manga, desatado a um ombro e preso à cintura com um pedaço da rédea do cavalo dela. O artigo de vestuário é conhecido como um ‘exomis’, o tipo de veste usada por homens gregos para exercício, montaria a cavalo ou trabalho duro. Apesar de seus esforços, esta Amazona não mostra nenhum sinal de dor ou fadiga. Ela se apóia suave e graciosamente no pilar à esquerda e descansa o braço direito na cabeça, em um gesto que denotava sono ou morte. A serenidade e a restrição emocional na expressão facial dela é característica da escultura Clássica da segunda metade do século V A.E.C..

O escritor romano Plínio o Mais Jovem descreve uma competição que ocorreu no meio do século V AEC entre cinco escultores famosos, inclusive Fídias, Polykleitos e Kresilas, que era fazer uma estátua de uma Amazona para o templo de Ártemis. Este tipo de estátua que é reproduzida em outras cópias de mármore é geralmente associado com aquela competição.

Dessa cópia de mármore, foram restabelecidos as pernas inferiores e pés com elencos de gesso tirados de outras cópias de mármore deste tipo em Berlim e Copenhague. A maioria do lado direito, a parte inferior do antebraço esquerdo, a parte inferior do pilar, e o plinto (peça quadrangular que serve de base a uma coluna ou pedestal) são restaurações marmóreas do século XVIII. Porém, as características faciais nitidamente esculpidas e os cachos de modo encrespado esculpidos indicam uma reprodução fiel do bronze original.”

(Traduzido do flickr – clique AQUI)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: