Publicado por: alexandra | fevereiro 7, 2010

Filípicas

“Por que eu sou contra a paz? Porque ela é desonrável, porque ela é perigosa, porque ela é impossível..”

“Há algo mais desonrável – não apenas aos indivíduos mas especialmente para o senado inteiro – do que a inconsistência, a irresponsabilidade, a leviandade?”

“Não sou contra a paz, mas me apavora uma guerra camuflada de paz.”

“Portanto, se desejamos desfrutar da paz, devemos travar a guerra; se falharmos ao promover a guerra, a paz nunca será aproveitada.”

(Cícero, 44 AEC)

“Por que eu sou contra a paz? Porque ela é desonrável,

porque ela é perigosa, porque ela é impossível..”

“Há algo mais desonrável – não apenas aos indivíduos mas

especialmente para o senado inteiro – do que a

inconsistência, a irresponsabilidade, a leviandade?”

“Não sou contra a paz, mas me apavora uma guerra

camuflada de paz.”

“Portanto, se desejamos desfrutar da paz, devemos travar

a guerra; se falharmos ao promover a guerra, a paz nunca

será aproveitada.”

(Cícero – “Filípicas”)


Responses

  1. “Não sou contra a paz, mas me apavora uma guerra camuflada de paz.” Isso é super atual e bem a cara do discurso supostamente pacifico dos paises “dominates”. Invadem locais mas não promovem a guerra, todas as mortes sao legitimadas por qq discurso, menos o belico…hum…sei…Invade e deixa claro que esta invadindo, como sempre foi. Antes a guerra tinha honra e vc sabia q seu inimigo era seu inimigo. Pior que um inimigo declaro é o inimigo disfarçado de amigo!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: