Publicado por: alexandra | janeiro 19, 2011

Asgarda, as mulheres guerreiras da Ucrânia

por Espartana, a pedido da leitora Olivia Lopes:

Nas florestas da Ucrânia, vivem as Asgarda, uma tribo de guerreiras liderada por Katerina Tamouska, que conta já com 150 mulheres de todas as idades – as mais novas têm 14 anos. Elas treinam karatê, se vestem com uma mistura de roupas modernas, roupas folclóricas tradicionais ucranianas e roupas de couro semelhantes às das amazonas da TV. Seus estudos também misturam práticas antigas e modernas. Elas ‘idolatram’ Yulia Volodymyrivna Tymoshenko, que foi primeira-ministra da Ucrânia, líder do partido patriota, uma das pessoas mais ricas da Ucrânia, e conhecida como a “Joana d’Arc da Revolução Laranja”.

De acordo com o site das Asgarda, elas se focam em quatro aspectos: arte popular, saúde, esporte e ciências. As aprendizes estudam desde bordado até anatomia, todas sob a supervisão de Tarnouska. Elas dizem que aprendem tanto sobre medicina, lei, literatura, psicologia, filosofia, religião, música, artes, astronomia, quanto sobre cozinha, bolos, limpeza, cuidado de crianças, e até cantar, dançar, escrever, pintar e criar.

Elas mesmas se vêem como ‘amazonas modernas’. No seu acampamento, elas recriaram a tradição tribal das amazonas da Cítia, descritas por Heródoto (que, de acordo com suas “Histórias”, as situava no leste da Ucrânia). Tarnouska, uma loira de uns trinta e poucos anos que usa rabo de cavalo, estabeleceu a tribo nas montanhas do Cárpatos. Ela diz que é natural as mulheres terem sua própria cultura marcial como já aparecem nas descrições gregas, e que a alma da antiga Ucrânia ainda reside em algumas mulheres que demonstram orgulho, bravura, firmeza, força de vontade, crenças fortes etc. Esse espírito amazona é aclamado por elas com o “Glória a ti, Mestra, Glória à Asgarda, Glória às Amazonas!”.

As guerreiras acreditam que as mulheres são as criaturas mais lindas da Terra, alegres, cheias de talentos, conectadas com a natureza, amáveis, corajosas, inteligentes, sábias, inocentes, altruístas, generosas, com força de vontade. A necessidade de se aprender artes marciais seria para proteger suas tribos de invasores e possíveis perigos, mas elas lembram que artes marciais não são apenas uma prática de defesa, ela também nos mantém equilibradas com as forças da natureza, nos dá firmeza e força ao corpo e à mente, mantendo a saúde física e psicológica.

Apesar das pioneiras serem da Ucrânia, elas incentivam que outras tribos surjam pelo mundo, encorajando as mulheres a reagirem e se unirem ao mundo de Asgarda.

( Fonte: sintetizado e traduzido de artigos do http://asgarda.webs.com/ )


Responses

  1. Faz um ou dois anos desde a primeira vez que ouvi falar do Asgarda. É um projeto muito legal, mas esse site que serviu de fonte, e o artigo no qual ele se baseia, são sensacionalistas, e não refletem a realidade. O Asgarda não é uma tribo de amazonas segregacionistas como o fotógrafo da matéria original da Planet quis fazer parecer. É um projeto de educação (social, cultural e marcial) para mulheres, que realiza um acampamento anual de duas semanas no qual foram tiradas as fotos da matéria. A Katerina Tamouska não é segregacionista em relação aos homens, tanto que o treino de Boyovyi Hopak (arte marcial ucraniana) é passado por ela em conjunto com o grão-mestre da arte, que é o Volodymyr Pylat. Dá uma olhada em http://burningpearl.com/jianghu/tag/asgarda-movement/ http://www.telegraph.co.uk/culture/7987322/Fight-club.html e em http://asgardaj.ru/Special-features-of-martial-art-for-women.html que parece ser o endereço do site atual do Asgarda.

  2. Melhor ainda! É que o site quem me passou foi a leitora que pediu, então me baseei nele. Esses links que você colocou são mesmo mais bem feitos… :))

  3. Agradeço a reportagem, quando enviei, só achei os sites que mandei, os outros (antigos) estavam inativos. Vou ler estes também.
    Grata

    Olivia/Lial

  4. Tenho lido seu blog sempre que posso, mas dificilmente comento…
    Gostei do tema, muito interessante, não conhecia. Admiro esse tipo de iniciativa!🙂
    Bjs

  5. Q legaaallll!!!!
    Adoreii!!
    Se eu morasse lá perto,com certeza entraria na tribo! *-*
    Pena que é muito muito longe =(

  6. Very wisely keep it up


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: